A biografia de um grande astro do rock contada pelo próprio astro.
Um filme forte, que mostra como os acontecimentos em nossa infância interferem em nossa vida adulta.

O roteiro dedica uma parte importante de seu discurso a sustentar que todos os problemas e glórias na vida do protagonista se devem à falta de amor e à busca pelo mesmo. O talento musical teria surgido da necessidade de provar seu valor ao pai homofóbico, a dependência de substâncias químicas seria fruto direto do relacionamento fracassado com seu empresário (Richard Madden), as mais belas apresentações constituiriam uma maneira de canalizar a tristeza, a raiva ou a depressão.

O talento de Taron Egerton, no papel de Elton — e cantando de verdade! —, deixou Sir Elton boquiaberto. “Elton disse: ‘eu não ouvi ninguém cantar minhas músicas melhor que o Taron”.

Que baita elogio!

Disponível no Telecine, Prime video e Apple Tv.