A vitamina D tem a função de aumentar a imunidade das pessoas. Contra o novo coronavírus, ela pode ser especialmente importante. É o que dizem três influentes instituições de saúde britânicas. Na semana passada, a Royal Society, principal corpo científico do País, solicitou ao governo que reforce junto à população a necessidade de tomar doses diárias de vitamina D.

Estudos científicos comprovam a eficácia da vitamina D em nosso organismo, tanto para o tratamento de muitas doenças quanto para a prevenção.
São estudos e mais estudos, dados epidemiológicos provando cada vez mais a associação da vitamina D com a imunidade.

Níveis baixos de vitamina D estão associados ao aumento de infecções respiratórias e, em ensaios clínicos controlados, a administração de vitamina D também exerceu um efeito protetor sobre infecções em pacientes sem patologia ou com doença pulmonar obstrutiva crônica.

Sabe-se, também, que a deficiência de vitamina D aumenta o risco de várias doenças crônicas, inclusive câncer, doenças autoimunes, diabetes tipo 2, cardiopatias e hipertensão, disfunção neurocognitiva, doenças infecciosas e osteoartrite, depressão, esquizofrenia e esclerose múltipla.

O psiquiatra e presidente do departamento científico de psiquiatria da Associação Paulista de Medicina (APM), Kalil Dualibi, corrobora com a pesquisa e reforça que a relação entre o nível de vitamina D e a saúde mental é estudada há séculos pela comunidade médica, sendo essa vitamina utilizada no tratamento e prevenção da depressão.

Principalmente para as pessoas que moram em zonas urbanas, torna-se praticamente impossível tomar sol pelo tempo e com a exposição do corpo necessárias para elevar os níveis de vitamina D de maneira satisfatória, fazendo-se necessária a reposição dessa vitamina diariamente.

VITAMINA D e COVID-19
Estudos realizados na Alemanha e conduzidos por Dr. Bernd Glauner e Lorenz Borscheem 780 pacientes com COVID-19 chegou à seguinte conclusão:

• Vitamina D acima de 34ng/ml: zero mortes
• Vitamina D acima de 60ng/ml: sintomas de gripe
• Vitamina D acima de 80 ng/ml: nenhum sintoma
• Vitamna D abaixo de 17ng/ml: 100% de mortes

Procure um médico e veja a possibilidade de fazer uma suplementação dessa vitamina. Doses de prevenção também trarão mais qualidade de vida por causa de seus efeitos positivos.