Quando o assunto é emagrecimento, surgem diversos métodos e dietas. Entre as principais tendências de saúde e fitness, destacamos o jejum intermitente. Muitas pessoas, inclusive famosos, usam a técnica não só para perder peso, mas também para melhorar a saúde, aderindo a um estilo de vida mais saudável.

Existem muitos estudos acerca do assunto que indicam que esse tipo de jejum tem efeitos poderosos no corpo e no cérebro, ajudando a viver bem e por mais tempo.

Por mais popular que ele seja, ainda existem dúvidas e mitos que o cercam. Por isso, reunimos informações para falar o que ele é, como funciona, cuidados e muito mais. Acompanhe!

Qual é o conceito do jejum intermitente?

O jejum intermitente é um termo que se refere a um padrão alimentar que se alterna entre períodos sem comer e alimentação. A técnica tem o objetivo de fazer com que o corpo use os estoques de gordura, ocasionando a perda de massa gorda.

É fato que muitas pessoas ainda têm medo de jejuar, mas a técnica intermitente é bastante natural. Aliás, para entender melhor o seu conceito, basta pensarmos nos seres humanos que faziam jejum durante a sua evolução. Muitas vezes, eles jejuavam por conta da falta de comida disponível. Além disso, o jejum ainda faz parte de muitas religiões, como o budismo e o cristianismo.

Ao refletir sobre o assunto, notamos que os nossos antepassados não tinham supermercado e, muitas vezes, não encontravam nada para comer. Os nossos corpos são, portanto, evoluídos para que possam funcionar mesmo sem comida por longos períodos. Podemos concluir que o jejum é até mesmo mais natural do que comer a cada três horas, por exemplo.

Como ele funciona?

Agora que você entendeu melhor o conceito de jejum intermitente, é preciso saber como ele funciona no organismo. Existem diversos protocolos que pedem mais ou menos horas de jejum. Mas, para saber qual é a melhor escolha, o ideal é conversar com o seu médico especialista, ele fará os exames adequados para indicar o mais apropriado para a sua saúde.

O nosso corpo é uma máquina e conta com diversos processos para manter o organismo funcionando bem. Sendo assim, quando ficamos longos períodos sem comer, alguns hormônios e genes são importantes no processo de reparação celular. Ao jejuar, os níveis de açúcar do sangue e as taxas de insulina diminuem. Durante esse período, ocorre também o aumento do hormônio do crescimento.

Grande parte das pessoas faz o jejum intermitente para perder peso, pois essa é uma das formas mais eficazes de restringir calorias e queimar gordura. Em suma, ele é altamente eficaz e torna a vida muito mais simples, ao mesmo tempo em que melhora a saúde.

Quais benefícios o jejum intermitente oferece?

Há uma série de benefícios que o jejum intermitente proporciona ao corpo, aliás, existem estudiosos dedicados a descobrir ainda mais vantagens dessa prática em todas as partes do mundo. Entre os principais benefícios, destacamos:

1. Emagrecimento

Como o organismo fica períodos sem alimentos e, consequentemente, sem açúcar, ele passa a usar as gorduras alojadas no corpo como fonte de energia. Quando o jejum intermitente é feito diariamente, o corpo passa a se adaptar e retirar a gordura do corpo, o que colabora para a perda de peso.

2. Resistência à insulina

A partir do momento em que o corpo se adapta ao uso da gordura alojada como fonte de energia, normaliza a sensibilidade à insulina. Como o organismo não usa os açúcares, há redução do risco de doenças graves, como a diabetes.

3. Sistema cardíaco saudável

Como o jejum intermitente reduz o LDL, triglicerídeos, glicose, marcadores de inflamação e resistência à insulina, que são todos os fatores de risco para doenças cardíacas, favorece a saúde do coração.

Como incluí-lo na rotina com segurança?

Como já citamos, existem diversos protocolos que envolvem o jejum intermitente, porém, o método mais comum é o diário de 16 horas, ficando as outras 8 horas livres para alimentação. Uma dica para esse jejum sem grandes esforços de adaptação é almoçar e jantar dentro dessas 8 horas, o restante do tempo é para jejuar.

Depois de um tempo fazendo o jejum intermitente, não será mais preciso criar mecanismos que ajudem a cumprir a dieta. Aliás, sempre que você sentir fome dentro dessas 8 horas, basta comer, até que o organismo se acostume. Assim, você nem se lembrará mais que está jejuando.

O mais recomendado em todos os casos é procurar por um médico nutricionista, responsável por fazer exames específicos que indiquem como está a sua saúde e, assim, o tipo de jejum que é mais adequado.

Quais os principais mitos sobre o jejum intermitente?

Por ser um assunto que está em alta entre os famosos e todas as pessoas que querem adotar um estilo de vida saudável, o jejum intermitente ainda gera algumas polêmicas. Veja os principais mitos acerca do assunto.

1. Qualquer pessoa pode aderir ao jejum intermitente

De acordo com especialistas, o jejum não pode ser feito por crianças, idosos, adolescentes, gestantes e diabéticos que fazem uso de medicamentos hipoglicemiantes. Somente o seu médico poderá ou não indicá-lo.

2. Quem faz o jejum pode praticar exercícios

Quem quer perder peso abusa das atividades físicas. No entanto, quem faz exercícios diariamente precisa de um suporte adequado de nutrientes. Sendo assim, quem adere ao jejum intermitente não pode praticar essas atividades, pois corre o risco de ter hipoglicemia.

3. As taxas do colesterol ruim podem aumentar

Outro mito que é bastante recorrente. Na realidade, a pessoa pode até ter o aumento dos níveis de colesterol, mas é por conta do estresse. Esses índices negativos mudam de pessoa para pessoa, por isso é preciso levar em conta a carga genética.

É certo que o jejum intermitente tem inúmeros benefícios, mas não dá para generalizar e afirmar que ele funciona para todos. Se você busca por uma rotina mais saudável e quer aderir a ele, procure um médico e, após fazer alguns exames, pergunte se é viável adotá-lo. Somente assim é possível alcançar todos os objetivos de um jeito saudável por meio do jejum intermitente.

Gostou do artigo? Então assine a nossa newsletter, inserindo o seu e-mail no campo direito da página, e aproveite todas as dicas em primeira mão!